Entre em contato conosco:
CLIQUE AQUI

Sobre a Audição

Ter uma boa audição não significa somente ouvir um som. Ouvir bem possibilita ao indivíduo participar de conversas com os familiares e amigos, ouvir música, acompanhar uma palestra/aula, assistir à um filme, dentre tantas outras atividades do nosso dia a dia. Ou seja, ouvir bem é a chave da interação com um interlocutor, possibilitando a interação com o mundo. Ouvir sons mais fracos do nosso dia-a-dia pode fazer a diferença e pode até salvar vidas, como por exemplo, perceber diversos sons de alerta que o indivíduo precisa para localizar a direção do som, como o som de um carro se aproximando. A audição é o único sentido que nunca descansa, todos estamos prontos, expostos a uma diversidade de sons.

E como escutamos?

A orelha é um órgão formado por três partes: orelha externa, orelha média e orelha interna. A perda de audição pode ser consequência de lesão em qualquer uma destas partes. A orelha externa vai do Pavilhão Auricular até a Membrana Timpânica, uma perda auditiva localizada nesta região é chamada de perda condutiva, que poderá ser associada ao acúmulo de cerúmen e infecções no canal auditivo. Na orelha média há os menores ossos do corpo humano, denominados Martelo, Bigorna e Estribo, uma perda auditiva localizada nesta região é chamada de condutiva , e na orelha interna localiza-se a Cóclea, os Canais Semicirculares (conhecido como Labirinto) e o Nervo Auditivo. A Cóclea é responsável pela audição, os Canais Semicirculares responsáveis pelo equilíbrio e o Nervo Auditivo é responsável por enviar informações sobre a nossa audição e equilíbrio. Perdas auditivas resultantes de acometimento na Cóclea são chamadas de neurossensorial. Perdas auditivas resultantes do acometimento do Nervo Auditivo são chamadas de retrococleares. A causa mais comum da perda auditiva consequente de uma lesão nesta região é o envelhecimento natural, mas exposição à ruído excessivo, música alta, alguns tipos de medicamentos, fraturas no crânio, dentre outros, também podem afetar negativamente a capacidade auditiva.

A orelha externa capta o som e o conduz para orelha média através das vibrações do som produzidas no tímpano, os ossículos dentro da orelha média através de um movimento mecânico conduzem essas vibrações para cóclea. Dentro da cóclea há células que são responsáveis por transformar a informação em sinal elétrico que segue para o nervo auditivo e alcança as vias auditivas centrais, onde a informação é decodificada.

A seguir apresentamos uma imagem que exemplifica a disposição dessas estruturas no corpo humano:

Entre em contato conosco:
CLIQUE AQUI